Convivendo com a adversidade!

Cidade de meias-verdades!
Sensação de mãos-ao-alto-pelado!

Todo dia  é dia de domingo, no parque!
Dia a dia em São Paulo: Salto no escuro!
Trilhos: A melhor opção para solucionar os problemas do transporte!


Harmonia na geometria polar e bipolar!


Acolhimento com olhos úmidos de perplexidade e poluição!


Paz e guerra 


O mundo é aqui!


Olho no olho!
O meu time é sempre o melhor!

Preservação ecológica de aquário!

Cidade das reflexões automotivas!

A árvore tomou acento (antes de ser cortada!). Quem a conheceu, sabe!
O peregrino descansa sobre o sangue dos que passaram.
A arte imita a vida!
A vida imita a arte!
São Paulo é o antes, o agora e o depois, e vice-versa!
São Paulo é aqui e o  agora! Já!  Memoria em São Paulo é só coisa do passado!
No caminho havia uma pedra. Tiraram a Pedra.

Túnel do tempo em São Paulo tem ida e volta! Tem que ter luz na entrada, dentro e no fim!


Hoje eu acordei paulistano!
Todos podem conviver com diferenças, mas viver em São Paulo não é para amadores!
Ser paulistano é sentir-se tenso como a corda de uma guitarra: 
pronta pra alucinar ou explodir. 
Poesia e medo na dicotomia do caos que constrói o novo  alucinadamente!  Todo dia.